50 estudantes do secundário trocam as férias pela Academia Empreendedora

Segunda, 21 de Dezembro

Na sessão de abertura da Academia Empreendedora, o Presidente da Câmara Municipal de Estarreja, Diamantino Sabina, afirmou que “só pelo facto de estarem aqui hoje estão a empreender. Estão de parabéns, pois já estão a procurar alternativas”. Esta atitude marca pela diferença o que aos olhos do autarca legitima a aposta do Município no programa “Empreendedorismo na Escola”, que pretende estimular o espírito empreendedor e fomentar atitudes e comportamentos propícios ao desenvolvimento de uma cultura inovadora, criativa, tecnológica e empreendedora. “Espero que usufruam bem deste tempo e ganhem conhecimentos essenciais para a vossa vida profissional de amanhã”, disse aos jovens.

O conjunto de iniciativas em torno destas temáticas, que teve origem com a criação do Núcleo de Empreendedorismo da Escola Secundária, foi-se avolumando num “trabalho contínuo e permanente”, explicou o Vereador da Educação da Câmara Municipal, João Alegria, e envolvendo várias entidades locais sendo fundamental “estarmos juntos nesta parceria para ajudar a criar a cultura empreendedora”.  

Um esforço que, no ano letivo anterior, teve como ponto alto o bootcamp de empreendedorismo, uma formação inédita e intensiva para os estudantes do 12º ano, cuja 2ª edição está marcada para 27 e 28 de janeiro, e que motivou a Academia Empreendedora de forma a abranger estudantes mais novos. O objetivo é “incentivar e alastrar” esta cultura empreendedora, conforme fez notar o responsável. 

Saltando fronteiras, o programa formativo “serviu de motivação para que outros concelhos da região viessem beber inspiração a Estarreja”, afirmou João Alegria, referindo-se à presença de duas dezenas de estudantes do concelho de Vagos na Academia Empreendedora. 

O Presidente da Câmara Municipal de Vagos, Silvério Regalado, fez questão de estar presente na sessão de abertura. “Temos no concelho (de Estarreja) um bom exemplo na aposta que tem feito nesta área nova do empreendedorismo. Gostamos de nos associar aos melhores e por isso nos associamos a Estarreja nesta iniciativa”, disse agradecendo a oportunidade para “que possamos aprender no vosso largo trabalho sobre esta matéria”, que ganha particular importância “numa fase em que a solução do autoemprego pode ser uma solução para muita gente”. Silvério Regalado sublinhou ainda que Estarreja e Vagos são “dois dos concelhos da região que continuam a crescer, a gerar emprego, a apresentar projetos de investimento industrial importantes para a região e para o país”.

“Uma boa oportunidade para o meu futuro”

Jorge Ventura, diretor da Escola Secundária de Estarreja, referiu que “ser empreendedor é uma atitude, uma atitude de compromisso com o sucesso. É fundamental que possamos reinventar todos os dias as nossas expetativas, para que possamos acrescentar ao empreendedor que somos”.

Palavras que João António, de 15 anos, assimilou e reforçou. Ser empreendedor é “não ter medo de arriscar, de introduzir novas ideias, novos conceitos. Não esperar que os outros façam primeiro do que nós.” Este jovem estudante da Escola Secundária de Estarreja espera levar da Academia “uma base sólida para o futuro”, tendo decidido inscrever-se com o intuito de “aprofundar mais conhecimentos” nas áreas da economia e empreendedorismo. 

“vontade de saber mais” encorajou igualmente o jovem André Santos, de 15 anos, de Estarreja, a trocar alguns dias de férias pela formação na Incubadora de Empresas. “É uma boa oportunidade para o meu futuro, para conhecer melhor a minha área e ter mais conhecimentos”, afirmou confessando que “em casa não ia estar a fazer nada. Aqui estou a formar-me e a contribuir para o meu futuro”.

 


“Empreendedorismo na Escola” é uma iniciativa promovida pela Câmara Municipal de Estarreja em parceria com o Agrupamento de Escolas de Estarreja e o Núcleo/clube de Empreendedorismo da Escola Secundária de Estarreja, com o objetivo estratégico de promover o empreendedorismo nas escolas do município, contando ainda com o relevante patrocínio da DOW Portugal.

Com um programa inédito que culmina com o Concurso de Ideias Jovem Empreendedor 2016, são promovidas três ações distintas: a Academia Empreendedora, o Bootcamp de Empreendedorismo e o IV Seminário de Empreendedorismo Jovem. Todas com um ponto em comum: transmitir os princípios do empreendedorismo aos estudantes como fator importante para a sua educação e para o seu futuro.

 

PROGRAMA Ano lectivo 2015-2016

Academia Empreendedora
Sessões de formação: 21,22 e 23 de dezembro de 2015
Incubadora de Empresas de Estarreja
Sala Dow Portugal – Laboratório de Empreendedorismo Jovem
(para alunos do 10º e 11º ano do ensino secundário)

Bootcamp de Empreendedorismo
27 e 28 janeiro de 2016
Hotel Tulip Inn
Destinatários: Jovens estudantes do 12º ano do ensino secundário 
Bootcamp de preparação para o Concurso de Ideias Jovem Empreendedor 2016. 

IV Seminário de Empreendedorismo Jovem
29 de janeiro, 9h30, Cine-Teatro Municipal (Entrada gratuita, sujeita à lotação da sala)
[Programa geral]
- Sessão de Abertura
- Concurso de Ideias Jovem Empreendedor 2016 > Academia e Bootcamp (resumo)
- “Empreendedorismo é inspiração!” - Testemunho de empresários e empresas de referência nacional e internacional
- Sessão de Encerramento (entrega de prémios/diplomas)

Concurso de Ideias Jovem Empreendedor 2016
Tipo de projetos:
Criatividade: novas ideias; novas soluções; novas maneiras de combinar recursos.
Social: elaboração de uma resposta inovadora de valor e impacto social a uma necessidade identificada, potencialmente sustentável.
Negócio: projeto de inovação conducente a um negócio economicamente viável.

50 estudantes do secundário trocam as férias pela Academia Empreendedora
50 estudantes do secundário trocam as férias pela Academia Empreendedora
50 estudantes do secundário trocam as férias pela Academia Empreendedora